domingo, fevereiro 13, 2011

Adeus Gérard

Conheci a obra dos anos 50 e 60 de Gérard Castello Lopes numa retrospectiva mostrada no Chiado há uns anos atrás (não consigo precisar). Pude observar a nossa portugalidade fechada pelo olhar de um europeu. Foram uma agradável surpresa. Desde então o fascínio foi-se mantendo.

Porque os obituários não me convencem fica aqui um bom artigo. E uma pequena biografia.

Thank you Gérard.

Sem comentários: