quarta-feira, janeiro 12, 2011

The king is dead… long live the king

Uma das mais tristes notícias no ano passado foi a venda em leilão das várias provas da Polaroid Collection (parte americana), para financiar a falência da casa-mãe da marca Polaroid devido a um esquema Ponzi. Devido ao carácter único de cada prova esta notícia deixou uma comunidade de fãs perplexa e preocupada. Agora torna-se muito difícil rastrear o paradeiro destas provas e garantir a sua conservação.

A parte europeia da colecção, em posse do Musée de l’Elysée, poderá vir a ser adquirida pelos continuadores da tecnologia (e sonho) de Land, o empreendimento Impossible Project, que poderá evitar a dispersão das provas. A empresa detentora do nome Polaroid está neste estado.

“Migrant Mother”, 1936, de Dorothea Lange. Ao mesmo tempo, uma imagem emblemática da Polaroid Collection e da Grande Depressão Americana (financiado pela FSA)

quinta-feira, janeiro 06, 2011

Palhacinho

O JMF continua a ser o mesmo tontinho de sempre; A relação causa-efeito que é estabelecida está ao nível de um tiranete. Bravo!

Estou à espera…

…que os insurgentes se insurjam… não deve tardar… não devem ter lido ainda… de certeza…

Empresas europeias pedem à Comissão Europeia que sancione Budapeste por impostos abusivos

A liberdade de imprensa morre, mas não se rende (Népszabadság, Budapeste)

sábado, janeiro 01, 2011

Da mestria

Dói-me muito não o ter vivo. Faz-me lembrar todas as ausências. Este é o mestre.