domingo, dezembro 25, 2011

Acho que por hoje é tudo


Regressão

Parece que a espanha (franco pá, conseguiste, enganaste-os a todos... já o outro dizia, quem controla o presente...) está no caminho da grande recuperação económica, sob a batuta do grande timoneiro rajoy. Agora com o governo formado, começam a chegar as notícias que apontam para uma política liberal que visa consertar as finanças públicas:
Governo espanhol confirma mudanças na lei do aborto “para preservar a vida”

Desculpem-me o sarcasmo mas não consigo que seja de outra forma. Ao nível de políticas sociais o PSOE fez muita merda. Haviam emendas a serem feitas em leis que são autênticos depósitos de rancor - a nossa ASAE são um bando de amadores em comparação. Mas o PP já demonstrou o que quer e ao que vem. A hipocrisia já os acompanha desde a morte de franco e parece que irá prosseguir.

Os amarelos vêm aí

O estado português privatizou o restante da EDP vendendo... ao estado chinês.

A direita portuguesa deu vivas ao negócio elogiando a escolha que foi feita segundo rigorosos critérios económicos. A direita portuguesa ainda tentou justificar pateticamente a venda de património público ao estado de um outro país que, ainda por cima, é uma ditadura (é mais fácil bater na coreia do norte, compreendo; não requer tanta imaginação). Dos liberais nem um comentário pequenino de assombro perante o avanço das forças vermelhas para o domínio sobre o tão querido mercado livre. Dos liberais nem um aqui-del-smith pelo avanço do tão temido estado autoritário sobre transacções financeiras. Nem um 'bolas' pelo aparente domínio de um estado comunista sobre a economia mundial, à frente de paraísos como singapura (by the way, que tal seguirem o conselho do passos e mudarem-se para lá?).

Por outro lado, o PCP condenou a venda. O PCP condenou a venda de património aos camaradas chineses que, segundo o PCP, são um garante do comunismo internacional. O PCP manifestou-se contra esta manobra de nacionalização verdadeiramente internacionalista. O PCP, que enviou condolências para a monarquia comunista da coreia do norte, está nervoso porque o PC chinês, que é o único regime do mundo a apoiar a coreia do norte, entrou no capital de uma empresa evitando assim a sua entrega aos capitalistas ocidentais.

Foda-se pá! Entendam-se.

Adenda: Este post pode e deve ser complementado por outra dose de ironia do Sérgio Lavos.

Parvoíce legislativa

Sobreiro já é a Árvore Nacional
A partir desta quinta-feira, o sobreiro é a Árvore Nacional de Portugal, depois de um projecto de resolução aprovado, por unanimidade, na Assembleia da República e de uma petição pública com 2291 assinaturas.


Símbolos por decreto é um paradoxo.

Da falácia do estado

Depois de Mario Draghi, Mario Monti e Lucas Papadémos (ex-Goldman Sachs), mais um cargo político europeu importantíssimo atribuído a um quadro oriundo de uma das empresas financeiras responsáveis pela crise mundial: Luís de Guindos (ex-Lehman Brothers) é Ministro da Economia do governo Rajoy. 

Para quem ainda tem dúvidas que o poder político se encontra refém do poder económico (com tudo o que isso implica). Mas não é necessário haver estado para que se note a predominância do económico. Os vazios são ocupados por cartelizações mais ou menos formais que substituem (e muitas vezes se impõem) aos agentes políticos. O problema não está na existência de estado per si, mas antes na concentração de poder como resposta à manutenção de status quo. A criação de um estado pode até ser um dos desfechos possíveis para um capitalismo selvagem... radical (parece que assim não se ferem susceptibilidades).

Da ironia

Um liberal escreveu o seguinte parágrafo (meus sublinhados):
" É injusto pedir aos contribuintes, que na sua maioria não têm as suas profissões de sonho, que continuem a abdicar dos seus subsídios de Natal para que vocês possam ter uma profissão que não satisfaz nenhuma outra necessidade para além da vossa própria realização pessoal. "

Tenho de revisitar o conceito de egoísmo ético. Despistaram-me novamente.

Da assimetria

Despedimento só dará 8 a 12 dias de indemnização

Governo PPD-PP: Tornando mais assimétricas, as assimétricas relações da tua vida.

Da fé

Parece que um insurgente nacional assinou uma carta aberta à EU, juntamente com insurgentes além-fronteiras (parece que 16! soma extraordinária tendo em conta). A carta é um pedido de "desregulamentação  radical". Ponto. Não tem mais nada. Mas parece que foi assinada por senhores doutores. Façamos a vénia.

Da filha-da-putice

Ouvi ontem um director clínico a assumir na televisão que manteve tratamento privilegiado para uma figura pública. Falo de roquete, director clínico do hospital da luz, que manteve eusébio nos cuidados intensivos mais tempo porque... era o eusébio. Merry xmas.

segunda-feira, dezembro 12, 2011

Do ocaso ou oportunidade

Não tenho qualquer simpatia pelo Ruptura/FER. Contudo, o documento emitido pelo 'secretariado' do BE é reles. Uma renovação é precisa (incluindo substituirem o keynesianismo por uma alternativa mais libertária).

quarta-feira, novembro 23, 2011

Oh the irony

Espanha paga juros mais altos do que a Grécia para se financiar
(e parece que a Hungria, com um governo de direita, já pediu financiamento)

sábado, novembro 12, 2011

berlusconi

berlusconi não foi derrubado politicamente pela esquerda pulverizada. berlusconi não foi derrubado pela justiça apesar dos muitos processos movidos contra ele. berlusconi não foi derrubado pela comunicação social até porque é dono de boa parte dela. berlusconi foi derrubado pelo poder económico de onde também veio para a política. isto não me deixa optimista nem vejo motivos para comemoração. até porque, em mais um país, o governo democraticamente eleito foi substituído por tecnocratas escolhidos de uma oligarquia. tecnocratas ou militares, a história vai-se repetindo.

Exercícios de memória

Um bom trabalho de Giancarlo Ceraudo sobre os voos de morte na Argentina durante a ditadura. Para nao esquecer.


THEY WERE UNCONSCIOUS: WE UNDRESSED THEM AND, WHEN THE COMMANDER OF THE FLIGHT GAVE US THE ORDER, WE OPENED THE DOOR AND THREW THEM OUT, NAKED, ONE BY ONE.?THIS IS THE TRUE STORY, NOBODY CAN DENY IT 
Adolfo Scilingo, former captain of the Argentine Navy

Falácias

"Precisamos de um Governo de unidade nacional como de pão para a boca", diz António Barreto
O sociólogo António Barreto considera que Portugal precisa “de um Governo de unidade nacional como de pão para a boca”, considerando que “desde há dois anos que se justifica um Governo de maioria de, pelo menos, três partidos”.

António Barreto, numa intervenção, diz que esta é uma crise internacional e que a UE está refém da Alemanha e da França. Concordo. Contudo iria um pouco mais em detalhe dizendo que estamos reféns dos interesses políticos da direita alemã e francesa, de uma certa estratégia de fazer tábua rasa do sentido comunitário europeu. Contudo, na mesma intervenção, Barreto volta a falar do governo de unidade nacional, um governo de 3 partidos. Primeiro chateia-me a indirecta pelo que pode revelar de vergonha. Depois aborrece-me a ideia. O pensamento monolítico sempre foi a saída fácil nas dificuldades, para não falar do déficit democrático de termos debate político nos bastidores em vez de ser no parlamento ou nos canais de audiência (ainda assim o que não falta são as jogadas de bastidores). Falácias.

sexta-feira, novembro 11, 2011

Tomates

então a paula teixeira cruz é tão corajosa e o caralho e sai-me logo após mandar aquelas bojardas ao bastonário da OA sem esperar pela réplica. não era o sítio nem o momento mas, apesar de tudo, ficava para ouvir a resposta.

domingo, outubro 23, 2011

Das classes no/do poder

Um bom post, baseado naquilo que são factos, e que poderia ser dedicado a todos aqueles que querem fazer crer que as classes não existem, que são um condimento marxista.

sexta-feira, outubro 21, 2011

Do 'edge of failure'

Standard & Poor´s pode baixar triplo-A da França e pôr Portugal na categoria de “lixo”
Se isto acontecer espero que o Passos tire as consequências; isto pode ter começado com o Sócrates (e Santana, e Durão, e Cavaco), mas, a acontecer, esta descida de rating para lixo é reflexo das medidas entretanto tomadas.

Do nojo

Para quem está contente com a forma como o ditador líbio foi morto e exposto (falar em captura é que é cinismo) apenas posso sentir profundo desprezo. Não se fez justiça e acirraram-se posições.

Da ETA

Espero que o cessar-fogo e o abandono de armas proclamado pela ETA não impeça a investigação e julgamento dos actos criminosos desta organização. Que aqueles que lutam diariamente e bem por trazer à luz do presente os assassinatos do franquismo (à rebelia dos direitistas, mesmo daqueles que proclamam o tradicionalismo) também apoiem o perpetuar destas tristes memórias para que não mais se repita.

quarta-feira, outubro 05, 2011

Portugal suicidado

Sobre a felicidade das oportunidades do capitalismo: aqui.

domingo, outubro 02, 2011

Aviso à navegaçao

As pessoas que referem AJJardim como socialista ou têm má fé ou não sabem do que falam. Essas mesmas pessoas não podem queixar-se de que o termo neo-liberal seja usado erroneamente.

Dos tipos de analistas

O Público lançou um desafio ao Rui Tavares e ao Pedro Lomba para uma análise política da Europa de 2025 (podem ler no Público de hoje). O Rui mantém a sua clareza e acutilância e escreve um texto para reflexão. O Pedro Lomba relembrou-me porque passo à frente sem ler os seus artigos na imprensa nacional; opta por mandar uma espécie de análise-romance imperfeita em qualquer dos pontos de vista. Como análise é pobre não sendo mais que um exercício de futurologia insípida. Como romance é apenas uma concentração de chavões empoleirados como legos.

Nota: ainda não esqueci a trapalhada do Rui Tavares no parlamento europeu, mas tenho de dar a mão à palmatória de que sabe fazer boas análises críticas. Vala-lhe sempre isso.

sexta-feira, setembro 30, 2011

Paulo Portas

Paulo Portas diz-se um Democrata Cristão. Os Democratas Cristãos votam no senhor Paulo Portas. Os Democratas Cristãos gostam dos Cristãos, mesmo quando não são Democratas. O senhor Paulo Portas foi condecorado pelo Governo dos EUA relativamente ao seu serviço como Ministro da Defesa no desenlace da Guerra no Iraque. Os Cristãos Americanos votaram nesse Governo. Os Cristãos Americanos apoiaram a Guerra no Iraque. Os Cristãos Portugueses gostaram do senhor Paulo Portas. A Direita Portuguesa orgulhou-se do senhor Paulo Portas. O desenlace da Guerra no Iraque gerou milhares de mortos e refugiados Cristãos Iraquianos e acabou com a tradição milenar Cristã nesse país. Os Fundamentalistas Islâmicos também devem gostar muito do senhor Paulo Portas.

I am my toothbrush

More than 65% of cells in my body are bacteria that do not share my genetic information. The eyes are the doors to the soul? What about the teeth? The dental record can reveal an identity. The print of a life of eating, brushing, drinking, washing, kissing, licking, tasting and of feeding and killing bacteria. Bacteria in the saliva are partially responsible for digestion, but also for cavities and all the consequent troubles when teeth are not properly brushed. Bacteria degrade teeth, but excess of brushing also degrades the teeth. My dentist told me I had bad bacteria in my saliva, strong brushing and weak teeth. My teeth are not fixed ideas, but transformable structures that change at a rate of live geological time. My toothbrush has always been too stiff for me; so I had to get rid of it, get a new extra soft one at Trader Joes. I have lived in 4 different regions of the world in the last 6 years. Personal prints of my existence tend to be recycled for others to use, incinerated or disposed in a pile of waste for archeologists to discover in a far future and wonder if men used that object to clean the intestines. During all this time my toothbrush has been eroding my weak teeth, has been the final home for some of my aggressive oral bacteria and is the non-biodegradable mark of my passage through the trashcans of this world. Use my toothbrush if you want a piece of me. Use my toothbrush if you miss me. Use my bacteria if you want to be me.

quinta-feira, setembro 29, 2011

BE

Nas últimas sondagens o BE aparece abaixo dos 3% nas intenções de voto. O mainstream do BE que anda preocupado com 3ª, 4ª, etc. vias deveria começar a fazer uma análise crítica do que está a correr mal.  Lá vão continuando a tentar um equilíbrio entre parlamentarismo e acção directa sem serem eficientes em nenhuns dos lados. O miguel portas sabe que fez bem; dos restantes esperam-se decisões. e eu nunca me senti tão longe da lista A.

Não entendo

Embora as razões não sejam concordantes com a minha opinião, mas a medida do nuno crato em abolir os prémios de 500 EUR aos melhores alunos merece o meu aplauso. Não percebo as críticas que se ouvem à esquerda, do PCP ao BE. N\ao percebo mesmo e não consigo esconder alguma frustração e desilusão.

domingo, setembro 18, 2011

Do nojo

Todo o vídeo tem interesse mas lá mais para o fim assiste-se a algo que acho arrepiante. ron paul, o herói dos liberais europeus e dos virulentos tea party folks, respondia a uma questão relativamente aos seguros de saúde: deve a sociedade deixar morrer quem optou por não fazer seguro de saúde? ron paul engasgou-se quando percebeu que não tinha os tomates no sítio para responder o que verdadeiramente achava, contudo, a audiência composta por tea partiers respondeu por ele. é ver o vídeo em baixo e segurar as entranhas.



The Daily Show With Jon StewartMon - Thurs 11p / 10c
Indecision 1776 - Ye Cobblestone Road to the White House - Rick Perry & Crowd Response
www.thedailyshow.com
Daily Show Full EpisodesPolitical Humor & Satire BlogThe Daily Show on Facebook




Hum...

Parece que o alberto 'pinochet de bancada' jardim confessou publicamente o crime de ocultação de dívida. Parece ainda que este berlusconi sem formas é dono de 70 restaurantes na ilha.  Neste momento sinto-me como uma hiena que entre gargalhadas desajeitadas vai já pensando na putrefacção que no fim vai restar.

Uma imagem vale mais...

Depois digam que o estado não está ao serviço dos mercados e que estes não necessitam de forças coercivas para funcionar.


Roubado muy descaradamente daqui.

Porque a pedofilia crónica não era suficiente...

Conservadores e liberais parecem entusiasmados com o potencial regresso ao seio papal da seita tradicionalista de marcel lefebvre. não me posso mostrar surpreendido, afinal falamos de uma personagem que nunca escondeu o seu apoio a personalidades tão distintas como pétain, videla, pinochet, franco, salazar, le pen e tudo o que pudesse levar a uma teocracia daquelas bem pesadas. para este pequeno ditador com vontades papais os muçulmanos não seriam autorizados em solo europeu e tudo que fosse para além do estricto ensinamento do velho testamento seria para 'inquirir'.

Agora, após mais de 20 anos de contactos com um tal de cardeal ratzinger, o papa bento 16 prepara-se para abrigar debaixo de suas saias de selo branco estes ratos. claro que percebo o entusiasmo!

sábado, setembro 17, 2011

Divagando (2)

sigo o el pais através da internet. trata-se de um jornal bem escrito e que envergonha os nossos diários. um dos cartonistas deste diário espanhol, elrich, consegue fazer humor com as imagens mais simples. como esta:

Divagando

foi descoberto um planeta com dois sóis para grande alegria dos fãs de star wars. das várias maneiras de dar esta notícia prefiro a quase-poesia da bbc news:


Planet with double sunset found

Perry, you son of...

O Supremo Tribunal dos Estados Unidos suspendeu a pena de morte proferida contra um condenado por assassínio no Texas, considerando que a sentença foi aplicada com base em depoimentos racistas feitos durante o julgamento. A decisão foi tomada depois de ter sido negado um adiamento pelo governador do Texas e aspirante a candidato presidencial republicano Rick Perry.

perry é o candidato republicano à presidência dos eua com mais hipóteses de destronar obama. ao pé deste menino bush filho é um colegial predisposto a travessuras. ademais, não sendo o candidato preferido do rebanho tea party, não será concerteza difícil de engolir por estes. fun times are coming.

quarta-feira, setembro 14, 2011

segunda-feira, setembro 05, 2011

Dos desejos

Aos estados unidos da europa preferiria uma confederação europeia.

domingo, setembro 04, 2011

What goes around...

Alemanha: CDU derrotada em eleições no círculo de Merkel

Lembro-me que nas últimas eleições legislativas em portugal uma grande onda de alegria por parte da direita pelo facto do BE não ter conseguido o deputado por coimbra que era simultaneamente líder de bancada (jm pureza). Aguardo que os mesmos façam a sua explicação da notícia acima. O die linke e os  verdes conseguem votações com grande representação (26% em conjunto contra os 24% da CDU).

(ia-me esquecendo: os liberais desapareceram do parlamento deste estado. fico a aguardar os comentários esclarecidos)

quinta-feira, setembro 01, 2011

Das premissas

Um documentário muito interessante por dois motivos:
   1) Demonstrativo de como o capitalista usa as estruturas estatais para seu próprio enriquecimento e benefício e não o contrário. Também é certo que nas áreas onde não exista estado, o capitalistas mais fortes criam eles próprios estruturas 'regulamentares' para se protegerem.
   2) Toda a febre que existe actualmente para se voltar ao padrão ouro não é mais que um fenómeno cíclico donde as vozes dissonantes são agora permitidas.



quarta-feira, agosto 31, 2011

American way

Aqui podem ler aquilo que sinto quando estou com americanos de classe média. Leiam tudo que vale a pena.

Cojones

Parlamento disse sim à partilha de dados biométricos com os EUA

Foda-se. Nem para isto os liberais nas bancadas parlamentares do PPD e PP têm tomates?! Pobrezinhos dos nossos liberais; a bloga era-lhes mais afável.

terça-feira, agosto 30, 2011

Depressão

Antigo ministro chinês quer comprar grande área na Islândia para projecto turístico

Este tipo de coisas deprimem-me. Nunca fui à Islândia mas queda-se como um local de visita obrigatória, um fascínio que me vem de um gosto inusitado por 'edges'. Parece-me que este 'projecto turístico' vai tornar 300 metros quadrados num outro não-lugar, uma planura reificada tão ao gosto do entrepreneur capitalista. Foda-se que me estragam o passado.

segunda-feira, agosto 29, 2011

Fernando Ramôa Ribeiro

O título desta notícia diz tudo sobre a vida e obra de Ramôa Ribeiro. Vi-o nos corredores da Torre de Química do IST quando por lá andei, mas nunca fui seu aluno. Ligeiramente interagi com ele de forma indirecta relativamente à política da gestão da Escola. Normalmente, como muitos da sua idade, nunca se conseguiu ver livre do Salazarismo na sua forma de ser e agir politicamente. Não digo isto como insulto ou com preconceito ideológico. Cresci num Portugal onde a Democracia não se ensinava nas Escolas, onde o Professor tinha sempre razão, onde a sua autoridade era sempre inquestionável, mesmo relativamente a questões que iam além do ensino e actividades académicas. Um Portugal onde as corporações de elites bajulam os seus líderes e ídolos, espezinhando opiniões divergentes sem qualquer hesitação. Há quem diga que o 25 de Abril vai morrendo nos funerais dos Capitães de Abril e dos velhos Comunistas. Eu digo que o Salazarismo vai morrendo nos funerais dos filhos das corporações que mantiveram um regime, muito além de 1974, de muito respeitinho e dignidade neste nosso belo Portugal.
Academicamente, o brilhantismo de Ramôa Ribeiro não se discute na praça pública, mas fica morto em arquivo ou citado em publicações científicas e na vida e obra dos seus discentes e alunos.

sábado, agosto 13, 2011

Hum

Penso ser indiscutível que o marxismo permite fazer um crítica lúcida ao capitalismo.

sexta-feira, agosto 12, 2011

Imoral

Este governo PPD-PP é claramente de classe. O aumento do IVA que incide sobre gás e electricidade vai afectar toda a população sendo que o impacto será mais sentido pelas famílias de menores rendimentos. Um feudalismo mal disfarçado.

Nota: Continuo à espera da reacção dos liberais no governo e na assembleia.

terça-feira, agosto 09, 2011

Do que vai acontecendo por londres

A direita portuguesa está muito nervosa com o que vai acontencendo em londres (com contágio para outras cidades britânicas). Nalguns exemplos tentam fazer tábua rasa do gatilho que desencadeou todo este processo: a morte de um homem pela polícia e a vigília que se seguiu. Não há quebra do nexo  causal; existe sim uma auto catálise que torna as consequências em causas.

Noutros exemplos (mais este, e este), a direita conservadora esquece por momentos toda a pompa e deixa antever o seu verdadeiro rosto (o mesmo que levou a direita conservadora alemã entregar o poder a Hitler). Para esta direita lidamos com "escumalha", "bichos" e a autoridade tem de ser mais repressiva (cito: "dar enxertos de porrada"). Aliás, o exército é que era.

Os liberais também se quedam nervosos. De repente lembram-se que irão sempre necessitar do estado para manter os direitos de propriedade e até acham bem as tiradas paternalistas de Cameron: “Se vocês são velhos o suficiente para cometerem tais crimes também são velhos o suficiente para serem punidos”. O capitalismo não é a forma de organização de menor energia; necessita de manutenção constante e de cunho repressivo. 

Estes motins não são ideológicos (como alguma esquerda quer fazer entender), não há nenhum discurso político nestes actos. Há sim um reflexo das más políticas dos políticos britânicos e de uma hipocrisia da sociedade que à tolerância caridosa chama de multiculturalismo.

Condeno esta onda de violência pelo simples facto de que me repugnam actos violentos. Mas não fico surpreendido; a probabilidade de uma tal ocorrência não é baixa e há bem pouco tempo paris também foi palco de motins. Não queiram desumanizar, não queiram fazer disto um caso de delito comum para que depois todas as medidas de retaliação (contenção é eufemismo) sejam branqueadas.

quinta-feira, agosto 04, 2011

A ver se a gente se entende

Não há anarquismo capitalista. Na ausência de estado mas mantendo o capitalismo (através da força) existe oligarquia (fruto de uma selecção genética). Oligarquia é diferente de anarquia. O meu fígado agradece que confusões destas não se perpetuem.

quarta-feira, agosto 03, 2011

sexta-feira, julho 15, 2011

Estou à espera...

... que a qualquer momento os insurgentes e os cachimbeiros que integram as listas de deputados ou do governo pelo PSD ou CDS se demitam (não incluo o CAA porque já se percebeu que esse é amorfo).

sexta-feira, julho 08, 2011

Dos calimeros

A direita portuguesa consegue sempre surpreender no pior sentido possível. Vejamos alguns exemplos:


Cavaco diz que “agências norte-americanas são ameaça à estabilidade europeia”


Cavaco Silva diz "não haver mínima justificação" para corte de rating feito a Portugal


Corte de ‘rating’ é “escandaloso” e não tem “nenhum fundamento” (Cavaco)


Corte de ‘rating' é "extremamente injusto" (Catroga)


Câmara do Porto não renovou contrato com agência de "rating"


Nuno Amado: "Foi uma decisão muito inapropriada que vem impor mais dificuldades" (Presidente do Santander Totta)


Santos Ferreira: "Começo a acreditar que não é só incompetência" (Presidente do BCP descobrindo que afinal estas agências têm uma agenda escondida)


Moody's deu "mais um tiro certeiro no navio Portugal" (Ricardo Salgado, presidente do BES)


Corte de 'rating' é "inesperado" e “inconveniente” (Vitor Bento, economista)


"Esta é uma nota da Moody's ao anterior Executivo" (Estela Barbot num exercício de intelectualismo rasca para logo depois sair isto:)


Corte da Moody's já teve em conta medidas anunciadas por Passos Coelho


Ulrich contra Europa “escravizada” por “agências americanas” (Presidente do BPI)


Presidente da APS considera corte de "rating" desajustado


Decisão de descer 'rating' de Portugal para 'lixo' é “terrorista” (Mira Amaral)


Descida do ‘rating’ é "imoral e insultuosa" (Presidente da CGD)



Esta inflexão do discurso (nota especial para Cavaco, o presidente que se manteve calado até agora) é sintomático. Há uns meses enchiam-se de liberalismo e faziam o elogio dos instrumentos de mercado, mesmo que, pouco certeiros (ou com agendas paralelas). Agora são umas crianças amuadas gritando contra as injustiças do mundo. Mas entendo. De repente a renegociação da dívida sugerida pelos 'radicais' e 'irresponsáveis' partidos de esquerda torna-se uma inevitabilidade (claro que o racional de uns e outros é diferente, i.e., as preocupações são outras).


Entretanto, aguardo a todo o momento que os liberais do governo vindos da blogosfera apresentarem a demissão ou, pelo menos, fazerem um comunicado.


terça-feira, julho 05, 2011

Do lixo

Ao fim da tarde de hoje a Moodys desceu o rating da república portuguesa para lixo. A meia-noite está perto e a direita portuguesa ainda não se pronunciou. Estão concerteza a congeminar as melhores desculpas.

Falta criminalizar estas agências. Chega desta impunidade.

domingo, junho 26, 2011

Do mercado global

A incrível e triste história da queda do Kabul Bank

Isto também deve ser culpa do estado que não deixou o mercado funcionar. Todos sabemos do carácter omnipresente do governo de kabul e da sua notoriedade como polvo.

Agora mais a sério: que tal criminalizarem os responsáveis?

Da competição

Hackers roubam clientes do Citigroup em quase dois milhões de euros

O mercado é mesmo isto. Depois das agências de rating, das mediadoras, das seguradoras e do próprio citigroup, a competição na ladroagem conta agora com os hackers.

Sempre ouvi dizer que a competição apura o mercado.

Demagogia

Passos Coelho, num acto demagógico, vem pomposo anunciar a viagem em classe económica. Quando, mais tarde, o Jornal de Negócios informa que o Estado não paga as viagens de avião, o gabinete do 1º ministro tenta salvar a face com qualquer coisa do género "mas isto não saiu do nosso gabinete".

A direita blogosférica, num acesso freudiano, esqueceu por completo a demagogia do seu sebastião para se concentrar na grande ofensa ao deus mercado isto de o estado não pagar viagens.

Para quem achava que Passos Coelho vinha subir o nível do Sócrates desengane-se. Vem mais do mesmo; já como dizia o ditado: mudam os abrantes...

domingo, maio 29, 2011

Pum

O liberal diz-me “there is no such thing as rights”. Replico-lhe “there is no such thing as private property”.

sábado, maio 21, 2011

Aos artistas

Caso o ministério da cultura seja extinto (não esqueçamos o forte cunho propagandístico que tem tido nos últimos governos) que tal experimentarem o mutualismo?

Demonstravam uma alternativa e mostravam aos individualistas estritos a sua falta de causalidade com liberdade.

domingo, maio 08, 2011

Foda-se

Trabalhador da France Telecom morre imolado

Eu não consigo comentar mais. Remeto para aqui.

Do genial

Estas imagens, com o seu contexto de aquisição (Google Street View), estão próximas da genialidade.

Do confronto com a realidade

Liberais Democratas britânicos sofrem pesada derrota eleitoral

De luto…

… pelo Tim e Chris. Serve ainda para lembrar que estes homens expõe as contradicções e a pequenez dos conflictos armados. Barthes fala destas fotos que não apaixonam, que não perturbam. Mas nada disso é importante, basta que nos lembrem.

Osama

Osama é um vencedor. Primeiro ataca os EUA no seu próprio território em locais simbólicos. Depois, arrasta-os para dois atoleiros políticos e fincanceiros: Afeganistão e Iraque. Por fim, torna-se mártir às mãos do seu grande inimigo e, como tal, vigorar nos livros épicos dos seus. Em adição, deu a mostrar que no ocidente também se festeja a morte de outrém e que as penas não necessitam do julgamento dos homens.

Esta opinião pode-se encontrar à esquerda e direita por pessoas que se preocupam com as liberdades civis. Outras continuam a merecer-me o desprezo (1, 2).

Para os mais ingénuos, isto serve vários propósitos que em nada tem a haver com ‘justiça’:
1) Morte de Bin Laden dá vida a Wall Street
2) Obama visita “Ground Zero” quatro dias após a morte de Bin Laden (eleições à porta)

De Obama já há muito se percebeu que não traz nada de verdadeiramente novo à política made in america, quer a nível de relações externas (como este episódio bem demonsta, incluíndo as fotografias de campanha nacionalista como esta), quer ao nível da economia (a não renovação do seu financial staff é bem disso exemplo, como se pode ver no fim disto).

sexta-feira, abril 29, 2011

Foda-se

“É um acontecimento fulcral na vida duma Instituição Real, símbolo de renovação, de esperança e de continuidade da Nação. O casamento é uma demonstração viva da profunda, inexplicável, da unidade entre todo um povo. Parabéns a SSAARR Os Duques de Cambridge, futuros Reis do Reino Unido, da Grã Bretanha e Irlanda do Norte, etc.”

João Távora

segunda-feira, abril 25, 2011

Beato

Um Papa fora do comum e uma beatificação fora da lei

A Helena Matos corre a defender a instituição mas deverá saber muito bem que estes ritos seguem regras impostas pela própria igreja. Não se tratam de regras comuns.

Tenho para mim que o Bento está a fazer um grande move de marketing e não me admira nada que o merchandising já esteja pronto. Espero ardentemente por um JP2 fluorescente; assim é mais fácil adaptar isto:

domingo, abril 24, 2011

Teorias auto sustentadas

Melhores alunos do secundário não se sentem à rasca e acreditam na "cultura do mérito"

Há todo um programa social aqui, digno de regimes totalitários.

Tristeza

Aparece una pintada a favor de los presos de ETA en el 'Peine del Viento'

Conheci Chillida ao mesmo tempo que fui descobrindo o País Basco. Pude maravilhar-me com as suas obras no jardim do seu museu. Agrada-me que se tenha proposto a moldar o espaço e que o tenha conseguido em várias escalas, principalmente os seus monumentos que criou como de um Hefesto se tratasse. O vazio ganha forma nas suas obras e, porque nos horroriza, passa a estar habitado das nossas projecções. O conjunto “Peine del Viento”, instalado num dos extremos da baía de Donostia-San Sebastián, é a sua obra mais emblemática e a que eu consideraria mais “vasca”.

A notícia acima apenas me pode deixar uma profunda tristeza, não só pelo acto de vandalismo em si, mas por pedir a libertação daqueles que responderam em forma de violência à violência do centralismo dos reyes españoles


Chillida frente à sua obra “Peine del Viento”, instalada em Donostia-San Sebastián

Tacheles

Outros “resgates financeiros”: Tacheles foi despejado

Tive a oportunidade de deambular por Tacheles, na antiga metade da RDA em Berlim. Ali praticava-se a soberania do eu; mas como estava fora dos cânones eclesiásticos dos senhores, trataram de lhe pôr fim.

Querem ver que o liberalismo também é uma utopia!

Grupo de Murdoch pede desculpa aos que foram escutados por tablóide

“O grupo de media do milionário Rupert Murdoch pediu desculpa a oito personalidades cujos telefones foram interceptados por jornalistas do tablóide britânico "News of the World" (NoW) e admitiu, pela primeira vez, que o uso de escutas era uma prática corrente do jornal.”

Nota: Murdoch é dono de, entre outros, da liberalóide Fox News Channel

Palhaçada à francesa

Varias detenciones en Francia en las protestas por la prohibición del velo integra

Não concordo com a proibição do véu integral que foi decretada em França. O efeito reactivo vai ser de intensificação de uma identidade cultural forjada e inventada no sistema patriarcal da sociedade muçulmana. As pessoas deverão ser livres de professar a religião que quiserem e de envergarem os acessórios que entenderem. Do meu ponto de vista, creio que é mais fácil a secularização ser feita por via passiva que por estas artimanhas infantis. O grande aliado das religiões sempre foi o medo (medo da morte, medo da perda de identidade, medo dos anciães, medo do marido); removendo as causas do medo, as crenças deixam de fazer sentido.

Fartam-se de trabalhar

Santander ganha mais de 300 milhões de euros com as suas próprias acções em três anos

Confere

Nelson d'Aires é o vencedor do prémio Estação Imagem Mora 2011

Ganhou ainda o 1º prémio na série de Retratos com “Bairro da Estação”.

Todos os trabalhos podem ser vistos aqui.

sexta-feira, abril 22, 2011

Pergunto-me

Se a Opus Dei merece as canduras da direita liberal. Parece que há umas tentativas mas deve ser má leitura minha.

domingo, abril 10, 2011

Flop

Obama é uma desilusão. Não tanto por aquilo que prometeu e que foi bloqueado em congresso, mas antes por aquilo que podia ter feito e não fez. Por exemplo? Ladies and gents, the Daily Show with John Stewart

Palhaçada

Cafés e restaurantes da Baixa pombalina têm de uniformizar esplanadas

quarta-feira, março 30, 2011

…e por hoje já chega.

Novilíngua

“Adopto o instinto humano perante os mercados” aqui

Da livre iniciativa

Roubado descaradamente ao Miguel Madeira:

*Understanding Cairo*, por Tyler Cowen (citando David Slims):

There is a misconception held by many Egyptian professionals, especially engineers, that informal housing is haphazardly constructed and liable to collapse.  However, such precarious housing is almost unknown in informal areas.  Since informal housing is overwhelmingly owner-built without use of formal contractors, it is in the owner’s own best interest to ensure that care is taken in construction.  In fact, one of the main features of informal housing construction is its high structural quality, reflecting the substantial financial resources and tremendous efforts that owners devote to these buildings.  It is worth noting that in the 1992 earthquake in Cairo, practically all building collapses and the resulting fatalities occurred not in informal areas, but either in dilapidated historic parts of the city or informal areas…where apartment blocks had been constructed by (sometimes) unscrupulous developers and contractors.

Isto deverá ter problemas de scaling-up, mas, a esta escala faz todo o sentido.

Das oligarquias

As agências internacionais que atribuem os ratings às empresas e aos países andam com a reputação por baixo. Desde o final de 2008, quando eclodiu a crise financeira e se verificou que muitos dos bancos que estavam à beira da bancarrota tinham classificações triplo A (três A, a classificação mais alta atribuÍda por essas companhias). Mas isso não se reflecte nos salários que os seus executivos auferem. Pelo contrário. Na Moody"s, presidente e administradores tiveram direito, em 2010, a remunerações que, nalguns casos, são 69 por cento superiores às do ano anterior. (aqui)

Das duas uma: ou foram bonificados por terem atingido algum objectivo latente ou a meritocracia tão querida de muitos tem umas arestas a limar. A característica determinante de uma oligarquia é a cpacidade e vontade de se auto-sustentar. A deste senhores tem a grande vantagem histórica da camuflagem permitida por uma abordagem pragmática à ética (eufemismo de filha-da-puta).


imagem daqui

A ler

A novas tecnologias e o crescimento económico

Orwelliano

Standard & Poor’s corta rating de Cascais

Confesso que fiquei surpreso. Sabia dos ‘ratings’ associados a paíeses, bancos e outras empresas. Agora, a municípios? Isto podia dar um novo ‘1984’.

Algum problema com isso c…?

Restaurantes e bebidas alcoólicas a preços mais baixos do que a média europeia

Da argumentação tiro-na-culatra

Filipe Moura usa uma linha de argumentação da direita contra a própria. De qualquer forma ainda acho que parte do problema dos jovens é a quase não existência de mercado de arrendamento. Também acho que o problema não é só de lei.

Só porque gosto muito…

… do que ela escreve é que não comento.

Wait, they are CPR’ing the king

Em resposta ao que escrevi aqui, vem agora:

Polaroid Collection Preserved!

WestLicht Museum, Impossible save parts of the iconic Polaroid Collection

Para surpresa…

… até do premiado

Prémio de liberdade de imprensa atribuído a Hugo Chávez levanta coro de críticas

terça-feira, março 22, 2011

Ajuda

Lyrics:

Portuguese - English Translation

Fonte de mel - Fountain of honey
Nos olhos de gueixa - In eyes of Geisha
Cabocla e máscara - Cabocla (Attractive Woman from Native American Tribe) and mask
Choque entre o azul - Chock between the blue
E o cacho de acácias - And the raceme of acacias
Luz das acácias - Light of the acacias
Você é mãe do sol - You are the mother of the sun
A sua coisa - Your thing
É toda tão certa - Is all so correct
Beleza esperta - Smart beauty
Você me deixa a rua deserta - You turn my street into a desert
Quando atravessa - When you cross
E não olha pra trás - And you don't look back
Linda, e sabe viver - Beautiful, and knows how to live
Você me faz feliz - You make me happy
Esta canção é só pra dizer e diz - This song is just to say and says
Você é linda, mais que demais - You are beautiful, more than too much
Você é linda sim - Yes you are beautiful
Onda do mar do amor que bateu em mim - Wave of the ocean of love that struck me
Você é forte, dentes e músculos - You are strong, teeth and muscles
Peitos e lábios - Brests and lips
Você é forte - You are strong
Letras e músicas - Lyrics and music
Todas as músicas - All the songs
Que ainda hei de ouvir - That I will listen to
No Abaeté areias e estrelas - In Abaeté (lake in Brazil, wonderful place) sand and stars
Não são mais belas - Are not more beautiful
Do que você mulher das estrelas - Than you woman of the stars
Mina de estrelas - Mine of stars
Diga o que você quer - Say what you want
Você é linda, e sabe viver - You are beautiful, and you know how to live
Você me faz feliz - You make me happy
Esta canção é só pra dizer e diz - This song is just to say and says
Você é linda, mais que demais - You are beautiful, more than too much
Você é linda sim - Yes you are beautiful
Onda do mar do amor que bateu em mim - Wave of the ocean of love that struck me
Gosto de ver você no seu ritmo - I like to see you on your own rhythm
Dona do carnaval - Owner of Carnaval (Mardi Gras)
Gosto de ter, sentir seu estilo - I like to have you, feel your style
Ir no seu íntimo - Go to your intimate
Nunca me faça mal - Never harm me
Linda, mais que demais - Beautiful, more than too much
Você é linda sim - Yes you are beautiful
Onda do mar do amor que bateu em mim - Wave of the ocean of love that struck me
Você é linda, e sabe viver - You are beautiful, and you know how to live
Você me faz feliz - You make me happy
Esta canção é só pra dizer e diz - This song is just to say and says

terça-feira, fevereiro 22, 2011

Da Líbia

Espero que um pingo de decência ainda corra nos cornos do PM e que corte ligações diplomáticas com a Líbia.

terça-feira, fevereiro 15, 2011

segunda-feira, fevereiro 14, 2011

Do paraíso liberal

Descobri o paraíso liberal, uma ode à livre economia sem a pressão nefasta de um planeamento (deus do céu, planeamento é coisa do demo). Pena que não veja nenhuma referência nos suspeitos do costume.

(depois de cascar na esquerda tinha de fazer o gosto ao dedo e dar no outro lado; confesso que me sabe bem melhor)

Do conservadorismo de esquerda

Os moralismos dão sempre mal resultado, quer venha de direita ou esquerda.

(obviamente não concordo com o apelido de “neofascismo”; não é a esquerda que procura darwinismo social)

Da moção de censura

Primeiro ponto. Dado o clima político em Portugal nos últimos meses, dada a tortuosidade de um governo incompetente resta-me apoiar uma moção de censura que devolva a palavra ao povo independentemente do que for o resultado expectável.

Segundo ponto. O BE faria um favor ao país em propôr uma moção de censura contra este governo e levando ao povo o seu instrumento básico de intervenção.

Terceiro ponto. Ainda não consigo perceber a trapalhada da moção de censura do BE. Não se fazem moções de censura para marcar uma posição; para tal existem outras formas de luta política (quer sistémicas ou não). Nem o argumento de trazer o governo para a discussão pública é efectivo. A única discussão pública que este acontecimento gerou é se o BE ajudou ou não o sôr Sócrates.

Depois do apoio à candidatura do Manuel Alegre começa-me a restar pouca paciência para politiquices que sempre me habituei a ver nos restantes partidos com assento parlamentar. Faz muita falta uma esquerda libertária.

domingo, fevereiro 13, 2011

Adeus Gérard

Conheci a obra dos anos 50 e 60 de Gérard Castello Lopes numa retrospectiva mostrada no Chiado há uns anos atrás (não consigo precisar). Pude observar a nossa portugalidade fechada pelo olhar de um europeu. Foram uma agradável surpresa. Desde então o fascínio foi-se mantendo.

Porque os obituários não me convencem fica aqui um bom artigo. E uma pequena biografia.

Thank you Gérard.

quarta-feira, fevereiro 09, 2011

Escola Privada

A primeira medida que tomava se fosse Governo era acabar com qualquer tipo de financiamento público a qualquer nível de ensino privado. Depois queria ver aqueles parasitas da U. Católica a defenderem o emagrecimento do Estado e a defenderem as maravilhas da iniciativa privada a ser regulada pelo livre mercado.

terça-feira, fevereiro 08, 2011

Eu amo este homem

Oh pah

Gostava mesmo de saber como são elaborados estes estudos? Isto nada quer dizer se eles simplesmente dividiram o orçamento para todos as escolas pelo número de alunos que as frequentam. É como dizer que a produtividade é o PIB a dividir pelo número total de habitantes e depois tirar conclusões sobre a quantidade/qualidade de trabalho executada por cada Português. As máquinas são demasiado complicadas para simplificações excessivas, mas também não são caixas negras para se ignorar como funcionam.

Das ‘liberalidades’

Cinismo é um blog liberal linkar Botton. Mas isto sou só eu.

Da ‘liberdade’

Eu juro que não quero estar sempre a acertar nos mesmos mas é demasiado fácil. André Azevedo Alves, dito dos liberais sai com esta pérola: O amor à liberdade de São Josemaria Escrivá e o Opus Dei. Não, não é ironia.

Pois bem, ide ver aqui (baratinho e tudo). Se não chegar, tem uma secção de bibliografia e tudo.

L'Opus Dei : Enquête sur une Eglise au coeur de l'Eglise

Por estas e por outras que o rótulo que se colocam tem laivos de novilíngua.

Justiça à la carte

The History of Gun Control

Defender o livre acesso às armas com base no célebre “criminals do not play by the rules” decerto não levará em conta que “the gun holders will tend to make their own”. Got it?

Uma adenda: mais ou menos o que se passa com a propriedade.

domingo, fevereiro 06, 2011

sábado, fevereiro 05, 2011

Ide ver

Pela vossa saúde ide ver. Até 19 Fev.

quarta-feira, fevereiro 02, 2011

quarta-feira, janeiro 12, 2011

The king is dead… long live the king

Uma das mais tristes notícias no ano passado foi a venda em leilão das várias provas da Polaroid Collection (parte americana), para financiar a falência da casa-mãe da marca Polaroid devido a um esquema Ponzi. Devido ao carácter único de cada prova esta notícia deixou uma comunidade de fãs perplexa e preocupada. Agora torna-se muito difícil rastrear o paradeiro destas provas e garantir a sua conservação.

A parte europeia da colecção, em posse do Musée de l’Elysée, poderá vir a ser adquirida pelos continuadores da tecnologia (e sonho) de Land, o empreendimento Impossible Project, que poderá evitar a dispersão das provas. A empresa detentora do nome Polaroid está neste estado.

“Migrant Mother”, 1936, de Dorothea Lange. Ao mesmo tempo, uma imagem emblemática da Polaroid Collection e da Grande Depressão Americana (financiado pela FSA)

quinta-feira, janeiro 06, 2011

Palhacinho

O JMF continua a ser o mesmo tontinho de sempre; A relação causa-efeito que é estabelecida está ao nível de um tiranete. Bravo!

Estou à espera…

…que os insurgentes se insurjam… não deve tardar… não devem ter lido ainda… de certeza…

Empresas europeias pedem à Comissão Europeia que sancione Budapeste por impostos abusivos

A liberdade de imprensa morre, mas não se rende (Népszabadság, Budapeste)

sábado, janeiro 01, 2011

Da mestria

Dói-me muito não o ter vivo. Faz-me lembrar todas as ausências. Este é o mestre.