sábado, março 13, 2010

Vergonhoso

O sítio da presidência da república emitiu hoje o seguinte comunicado:

O Presidente da Republica requereu ao Tribunal Constitucional a fiscalização preventiva da constitucionalidade das normas dos artigos 1º, 2º, 4º e 5º do Decreto nº 9/XI da Assembleia da República, que permite o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo.

O decreto de que se fala (e que podem ver aqui) tem o total de 5 artigos; cavaco questiona 4.  Então, qual o artigo que não levantou dúvidas ao nosso papa-bolo-rei? O 3º artigo que fala da … adopção. Ou seja, Cavaco não se insurge contra a vergonha de casais do mesmo sexo não poderem adoptar mas com o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Do cavaco posso dizer o que o MEC disse da Leya.

6 comentários:

Anónimo disse...

Sim, é uma grande vergonha dois homossexuais não poderem adoptar...

Os homossexuais masculinos (ainda)são o grupo mais afectado pelo virus da SIDA o que eu calculo que não seja devido a falta de informação e de saberem ler. Portanto é mesmo uma questão de burrice natural. Não merecem portanto ter crianças a cargo. Além de que serão sempre referências pouco saudáveis para as crianças. As pessoas têm de saber os seus limites.
Já era altura de vocês defenderem valores como deve ser e deixarem destes temas de lado. Portugal precisa de homens e mulheres 100% capazes e que levem o país para a frente.

Um grande abraço para vocês.

Francisco Ferreira

alexandre disse...

O grupo mais afectado pelo virus da SIDA sao os heroinomanos. Quanto 'a relacao que sugeres existir entre ter SIDA e ter talento para ter criancas cargo, nao percebo. Achas que os homossexuais sem SIDA ja podem adoptar? Por ultimo, tambem nao percebo como a homossexualidade possa estar relacionada com a incapacidade de levar o pai's para a frente.

Francisco, gosto muito de ti e tenho muito respeito por ti, mas acho que estas a tentar exprimir racionalmente um impulso de nojo de origem irracional ou inconsciente.

Desculpa se te ofendo de alguma maneira com o julgamento que faco do teu comentario.

Grande abraco e muitas saudades.

Anónimo disse...

Primeiro que tudo, cuidado com essa parte do gosto muito de ti e tal, como andaste no teatro, não quero mal entendidos. Nasci em Santarém, gosto de touradas, jogo rugby e sou um tiranossaurosexual. :-)

Eu estou-me nas tintas para o que as pessoas fazem com as suas vidas privadas e no sossego do lar. O que me chateia realmente é que Portugal tem problemas graves e o PS/BE têm-se servido dos gays com fins politicos e andam a entreter o povo com tretas em vez de andarem a trabalhar em prol do fim da corrupção e da organização do país.

Pergunta:

Se se aceita que dois gays se casem, porque não aceitarmos a poligamia na versão 1 homem e várias mulheres?

Um abraço.

Francisco

alexandre disse...

Francisco,

A mim parece-me que é o Professor Cavaco que anda a entreter o País com esta polémica do casamento Gay. Se não fosse o seu veto já nem se falava nisso. A mim parece-me que, exceptuando o Presidente da República e o PSD em Guerra Civil, todos os restantes partidos se dedicam hoje mais ao PEC, ao desemprego, à fractura entre os mais ricos e mais pobres e ao endividamento externo. Se calhar, eu e tu lemos jornais diferentes e páginas oficiais partidárias diferentes.

Quanto à poligamia. Desde que toda a gente envolvida se encontre na relação de livre vontade sem alguma lesão fisica e psicológica, tudo bem. No entanto, estamos a falar de um mundo ficcional. A percentagem da população Portuguesa a querer viver em poligamia é muito menor do que a percentagem da população que é homossexual. Eu não conheço ninguém e olha que nós no Teatro para além de levarmos no rabo dia sim, dia sim, também trocamos de companheir@s como quem muda de camisa.
Grande abraço,

Alexandre

Anónimo disse...

Em relação à poligamia e à homossexualidade não sei se há assim tanta gente a não querer poligamia e a querer casamento homossexual. Começas logo a falar em danos fisicos e psicologicos, mas segundo li ha algum tempo há muita violência entre casais gays.

Realmente eu sempre te disse que o teatro era má influência! Não digas essas porcarias assim que ainda fico a desconfiar que tens prioridades trocadas.

Francisco

alexandre disse...

Violencia domestica ha em todo o tipo de relacoes, idependentemente do genero, orientacao sexual ou numero de individuos envolvidos na relacao, e nem me referia muito a isso. Isso e' crime publico e esta bem definido na lei. Referia-me sim ao facto de muitos dos vertices viverem descontentes, enganados e abusados em muitas relacoes triangulares, quadrangulares, pentagonais e etc. Acho engracado contemplares a priori um homem e varias mulheres e nao o contrario, mostra muito de ti. Em termos cientificos, no que toca 'a sexualidade em relacoes heterossexuais, faz mais sentido o contrario. Eu infelizmente sou um monogamico terrivel, nunca funcionava em nada disso. Mas a meu ver, isso que eu acho dos vertices descontentes nem deve ser impedimento a qualquer legislacao. No dia em que um numero significativo de pessoas desejem viver num regime claro de casamento onde varios intervenientes se unem numa relacao e vivam em liberdade, estarei ao lado deles. Eu vou 'a Azambuja e com todo o agrado serei o padrinho de um dos teus noivos ou noivas :)
No entanto, nao conheco ninguem nessa situacao. Acho que falamos de ficcao, mas tambem de algo muito complexo que merece mais reflexao e leitura: a poligamia. Sem preconceitos claro.

Quanto 'as porcarias que dizes que eu escrevo, nao percebo a que te referes.
Grande abraco

Alexandre