quinta-feira, março 18, 2010

De pacotilha e algibeira


Paulo o sandeu.
PS: Neste triste fado nascido em Mafra, no qual se inclui a forma ridícula como alguns socialistas estão a tentar tirar proveito político da matéria, o prémio “era-de-chorar-a-rir-se-não-fosse-triste” vai para Paulo Rangel. Reclama o candidato ter sido o primeiro a indignar-se com a lei da rolha. Foi, mas pela simples razão que calhou ter sido o primeiro a sair do pavilhão de Mafra e, como tal, o primeiro a ser questionado pelos jornalistas que, ao contrário de muitos delegados ao congresso, leram e perceberam o que estava escrito nas propostas de alteração aos estatutos do PSD.

Sem comentários: