quinta-feira, dezembro 31, 2009

Do nada

No outro dia, no doce balançar de um estômago cheio, pus-me a varrer a panóplia de canais que os meus pais por lá têm para grande contentamento do meu progenitor. Fiz uma paragem no “Sexo e a Cidade – o filme”. Durou cerca de 15 minutos após os quais a ansiedade de fuga ditou o afastamento para a cozinha deambulando pelas nervosas preparações da próxima refeição de minha mãe.

Deste quarto de hora ficou um enorme espaço publicitário e a recriação cosmopolita e necessariamente anónima das princesas americanas (the land of plenty and opportunities). As grandes preocupações prendem-se com o tamanho do guarda-roupa. Os empregos são de glamour. As mulheres são estereótipos. Os respectivos ou são tudo ou são nada. Boçalidades que vão atraindo réplicas. It’s fashion stupid. ‘Tá bem.

"Sex And The City" look-a-like lingerie models pose outside Liverpool Street Station to lauch INSINUATE lingerie brand on May 8, 2008 in London, England.

Sem comentários: