sábado, julho 11, 2009

E o PS a controlar a TVI


A tendência de alguma Direita, como a motivada por Pacheco Pereira, Ferreira Leite e Paulo Rangel de pacotilha e algibeira, para a teoria da conspiração é algo que está sempre a irritar-me. Parece que as águas já passaram e ficou a espuma, o sentimento de que algo está mal mas não se sabe a razão. Mas para quê saber a razão. Parece que de acordo com esses doutos juizes deste pequeno mundo, que falam de toga e capelo com a moral debaixo do sovaco sujo, podre e trocada, José Sócrates é mau ponto. Porquê ninguém o sabe dizer, mas isso nada interessa, o que interessa é ir para a cama descansado a pensar em nada enquanto há milhares de pessoas inteligentes no munco a pensar em tudo.

Pois no meio desses assuntos inteligentes que se debatem em cede laranja está a tentativa de controlo da TVI por parte do PS. Parece que era muito mau, mas afinal não era, era um acto negocial por parte de uma empresa que é cotada na Bolsa de Nova Iorque. As elites do PSD reagiram de modo semelhante quando Pina Moura foi trabalhar para a Prisa e se levantou a teoria de tentativa de controlo da TVI por parte do PS. Pinto Balsemão rasgou as vestes, indignou-se profundamente por exemplo, assim como Marcelo Rebelo de Sousa, o meu rico Cavaquito Silva, ou seja, a escumalha do costume que se preocupa muito com a comunicação social. A meu ver porque a querem controlar, mas isto já é muito psicanalítico.

No entanto, Pina Moura foi para a Prisa, a TVI é o maior opositor do Governo e aquilo que toda a gente sabe e parece que não se passou nada. A meu ver, José Sócrates faz muita coisa mal, a principal é não perceber que as reformas políticas devem-se fazer de acordo com convicções de Esquerda e não para gerir os poderes da comunidade civil portuguesa de modo a obter o máximo de apoios políticos, acabando por hipotecar o futuro de Portugal. O Cavaquismo cometeu o mesmo erro, veja-se o caso SLN, o principal produto da teia de interesses que fez Cavaco ser Primeiro Ministro, Professor Universitário em nome Sagrado de Deus sem abilitações para o ser e Presidente da República Portuguesa.

Sem comentários: