sábado, janeiro 19, 2008

"Estou com ele porque é um Porco"

Esta foi a frase que me fez hoje acordar para a vida: "Estou com ele porque é um Porco".
Ia para o trabalho com uma colega Chinesa quando comecei a falar dos signos chineses. A nossa chefe é Dragão e por isso possui a capacidade de exercer poder. Eu sou Macaco e por isso tenho muita energia e sentido de iniciativa. Ela é Cão como uma boa mulher deve ser, fiel e alegre com o seu dono. Aqui eu já me estava a passar. Mas o ramalhete completo foi quando perguntei qual era o signo de 2007. A resposta foi Porco, o signo do namorado dela. E é por isso que namoras com ele? - perguntei eu.
Sim, é fiel, sortudo, toma boas decisões e tem bom futuro, o marido ideal.
E todos o Porcos são assim?
Sim.
Somente porque nasceram no ano do Porco?
Sim.

Que bonito...

Pois, depois disto comecei a pensar, eu sou um grande macaco, sempre fui, daqueles que fazem uma tempestade num copo de água, violam a macaca mais próxima para aliviar o stress, ou chagam o juízo ao macaquinho mais bondoso e benevolente até o transformar num facínora pronto a matar ali mesmo com os dentes se for preciso.

Mas o melhor era ir ao registo civil ou ao local onde se pode mudar a data de nascimento e transformar-me num Porco. Depois ia para a China e copulava com orgasmos de 30 minutos tudo o que tivesse vagina. Dizia que casava, mas depois comportava-me como um grande Porco: deixava-lhes um contacto falso e punha-me a andar.

Sem comentários: