sexta-feira, outubro 26, 2007

Tudo isto existe, tudo isto é triste, tudo isto é Fado

Isto não é Fado, um dia vi a Senhora Dona Amália a dizer Obrigado, obrigado..., bem ao longe. Depressa fui comprar flores, mas quando voltei ela já estava fora de vista.
Isto não é Fado, a Senhora Dona Mariza canta bem como a Senhora Dona Amália. Se algum dia a vir vou comprar as flores mais depressa.
Agradecer-lhe ter cantado o que eu agora estou a sentir neste laboratório.



A letra é lamechosa demais para mim, diria mesmo que se encontra antes do limiar do ridículo, mas estou mais ou menos lá, mas sou do sexo masculino, obviamente a letra é de mulher.

Sem comentários: