domingo, setembro 02, 2007

Fotografia: Série sobre espaços onde não estou

Existem espaços que foram concebidos para serem preenchidos de tal forma que se transfiguram quando vazios. Acontece-me pois frequentemente ficar fascinado por essa transfiguração como que sobre aqueles lugares pairasse uma idealidade perdida, nostálgica. Não me atrevo a corromper um lugar assim (quem diz lugar facilmente derrapa para momento, sensação ou impressão). Fico-me pela exposição da película para levar um bocadinho de fascínio comigo. Torna-se normal sentir, de vez em quando, uma vontade de revisitar estes locais e assim tenho o conforto de os saber não sujeitos à decomposição.

Nuno Vieira Matos, Paris, 2006


Nuno Vieira Matos, Paris, 2006

Nuno Vieira Matos, Paris, 2006

Sem comentários: